Descubra Nikkei

https://www.discovernikkei.org/pt/interviews/clips/529/

Um público variado (Inglês)

(Inglês) Eu acho que a razão de ser principal do Robô Gigante (Giant Robot) era que no começo ela era uma revistinha que a gente vendia para não-asiáticos. No início, nós tínhamos mais leitores não-asiáticos e foi só quando a revista ficou com uma aparência mais profissional é que os asiáticos começaram a comprar. Eu sei que esse despertar de interesse é meio estranho—que é necessário que uma revista tenha aparência profissional para que os asiáticos se interessem por ela. Eles não estão acostumados a ver esse tipo de projeto estilo punk rock, de baixa qualidade, xerocado—foi só quando a qualidade melhorou que os asiáticos passaram a comprar.

Então a gente tem essa grande mistura de público: nós temos asiáticos e não-asiáticos, e o mesmo acontece nas nossas lojas. Eu acho que a mesma coisa acontece com nossos artigos também. Com os anunciantes também. Nós contamos com essa grande mistura de gente que apoia nossa revista, e estamos muito gratos porque isso quer dizer que nosso público é variado e de cabeça aberta—eu espero.


Robô gigante publicações

Data: 27 de novembro de 2005

Localização Geográfica: Califórnia, Estados Unidos

Entrevistado: John Esaki and Janice Tanaka

País: Watase Media Arts Center, Japanese American National Museum

Entrevistados

Eric Nakamura é co-Fundador e Editor da Revista Giant Robot (Robô Gigante) . Ele é um Sansei (terceira geração de nipo-americanos) de Los Angeles, Califórnia, que cresceu numa típica família Nipo Americana. Aos sábados ele freqüentava uma escola japonesa, onde aprendeu o básico das tradições da cultura japonesa, o que foi de grande contribuição para sua identificação como Nipo Americano.

Depois de graduar-se na Universidade da Califórnia, Los Angeles, em Estudos da Ásia Oriental, Nakamura trabalhou nas Publicações Larry Flint. Durante este período, ele teve a idéia de publicar uma revista focando a cultura popular asiática nos Estados Unidos.Em 1944, Nakamura e o co-fundador Martin Wonglan, lançaram a primeira edição de Giant Robot. O que começou como um magazine, com distribuição de 240 exemplares, cresceu e se tornou uma revista completamente nova e repeitada, e com uma base internacional crescente de fans.

Nakamura alcançou o sucesso de Giant Robot com Lojas em Los Angeles, Nova York e São Francisco, vendendo produtos importados de arte japonesa. As lojas expuseram obras de arte de novos artistas e, além disso, possui um restaurante chamado gr/eats.

Além do trabalho com o Giant Robot, Nakamura fez um filme chamado Por do Sol e está envolvido em outros projetos. Por esta criativa contribuição cultural aos EUA, ele recebeu o prêmio de excelência do Japanese American National Museum. (26 de outubro de 2006)

Discover Nikkei Updates

CRÔNICAS NIKKEIS #13
Nomes Nikkeis 2: Grace, Graça, Graciela, Megumi?
O que há, pois, em um nome? Compartilhe a história do seu nome com nossa comunidade. Inscrições já abertas!
NOVIDADES SOBRE O PROJETO
NOVO DESIGN DO SITE
Venha dar uma olhada nas novas e empolgantes mudanças no Descubra Nikkei. Veja o que há de novo e o que estará disponível em breve!