Discover Nikkei Logo

https://www.discovernikkei.org/pt/journal/2024/4/12/panamedical-sistemas/

Nº 11: Panamedical Systema, fundada após abandonar seu trabalho como expatriado

Em nossa 11ª entrevista, conversamos com Katsuhide Itagaki (75, Hokkaido), presidente da Panamedical Systema. No Brasil, não é incomum que empresas, grandes e pequenas, abram uma após a outra e fechem em poucos anos, ou mesmo dentro de um ano. Entre empresas do mesmo setor que não se surpreendem com o “aparecimento e desaparecimento” de seus produtos, a empresa vem descobrindo tecnologias japonesas desconhecidas na área médica e explorando o que elas podem fazer pelos pacientes brasileiros há 33 anos.


Uma ideia de um funcionário expatriado

Dez anos depois de ingressar na divisão internacional da Meiji Seika Co., Ltd., o representante Itagaki da Panamedical Systema foi para o Brasil em 1981 após ouvir falar sobre o estabelecimento de um escritório na América do Sul, onde estabeleceu uma subsidiária local como o primeiro expatriado. Enquanto trabalhava no Japão, ele também vendia equipamentos médicos, mas foi transferido para o departamento farmacêutico e esteve envolvido no licenciamento de medicamentos durante seu período como expatriado. O trabalho de licenciamento é demorado, por isso comecei a vender dispositivos médicos como um trabalho paralelo e, de alguma forma, senti um forte desejo de iniciar o meu próprio negócio.

Continuei vivendo como expatriado radicado em São Paulo por 10 anos, mas tinha um vago desejo de independência e, vendo que naquela época havia um boom de dekasegi indo do Brasil para o Japão, pensei comigo mesmo: ``Os brasileiros são fazendo isso também. Isso me fez pensar: ``Talvez eu possa começar um negócio no Brasil''.

Depois de ficar acordado a noite toda pensando se deveria ou não pedir demissão, meu chefe me disse: “Começar um negócio é mais difícil do que ser executivo de uma empresa”, e me senti aliviado e decidi pedir demissão.

fixador de base de crânio


O que é comum no Japão leva à diferenciação no Brasil.

Atualmente, a empresa importa e vende do Japão lâminas de perfuração usadas em craniotomias em neurocirurgia, clipes usados ​​para bloquear o fluxo sanguíneo no pescoço e nos vasos sanguíneos circundantes de aneurismas cerebrais e dispositivos de monitoramento de parto. Em meio à concorrência com grandes empresas internacionais, o lema para fornecer produtos e serviços de alta qualidade é “continuar a trabalhar de forma diligente, honesta e diligente, em linha com a imagem que os imigrantes japoneses têm”. segredo para continuar o negócio mesmo sem reconhecimento.

Por exemplo, quando ocorrem vários problemas ou reclamações, há menos empresas no Brasil do que você imagina que prestariam o serviço sincero e atencioso que é comum no Japão. Dentro da nossa empresa compartilhamos valores que enfatizam a importância da vida dos pacientes, e os tratamos como parceiros e não como fornecedores, e sempre tomamos decisões na perspectiva do paciente, tratando-os como se fossem nossos próprios familiares e parentes. É valorizado e confiável pelos clientes.

Como nossa organização não é grande, somos flexíveis e podemos responder rapidamente, e nossa equipe de vendas é tratada como se tudo fosse um trabalho e responsável por suas funções, ao invés do sistema de comissões que é comum no Brasil. das vendas também leva ao sucesso nos negócios.

Embora apenas cerca de 10% dos clientes sejam médicos e instituições médicas de ascendência japonesa, os muitos excelentes médicos japoneses os ajudaram em muitas situações.

Quando copatrocinamos um simpósio extracurricular no Japão e no Brasil com a USP (Universidade de São Paulo) com a participação de todos os funcionários da empresa.


Seminário de conscientização sobre parto natural é reconhecido como qualificação para exame de enfermagem

Um dos projetos da empresa é a realização de seminários sobre monitoramento de nascimentos. Quando a empresa foi fundada, aproximadamente 90% dos partos em áreas urbanas no Brasil eram por cesariana, por isso a empresa tem se interessado em aumentar a conscientização sobre o parto natural e tem realizado seminários de acompanhamento de parto quatro vezes por ano, num total de 85 vezes. O evento já foi realizado e já capacitou mais de 2 mil profissionais.

Essas atividades de popularização do parto natural têm sido amplamente reconhecidas pelas instituições médicas ligadas à obstetrícia, chegando até a ser reconhecidas como qualificação para o vestibular de enfermeiras que atuam nos principais departamentos obstétricos de São Paulo. O objetivo é chegar ao 100º seminário no futuro, para que as pessoas possam voltar a sua atenção para o parto natural, que é comum no Japão.

“Sessão interna de estudo de filosofia de gestão” no pátio

O representante Itagaki já pertenceu ao Instituto Brasileiro de Filosofia de Gestão (anteriormente conhecido como Brasil Seiwa Juku) e tem trocado opiniões regularmente com membros envolvidos em atividades empresariais no Brasil. Kazuo Inamori nos ensinou completamente a fazer o nosso melhor pelos outros como um “espírito altruísta”. Ele ficou fascinado por suas palavras de que este é um modo de vida que está em linha com a “vontade do universo”, e está aplicando seus ensinamentos na área de atendimento médico no Brasil. Nesse sentido, continuarei minhas atividades com o objetivo de ser ativo pelo resto da vida, esperando ajudar a melhorar isso no futuro.

Visão geral do Panamedical Systema
Nome oficial: PANAMEDICAL SISTEMAS LTDA.
Local:
Cidade de São Paulo
Fundação: 1991
Número de funcionários: 20
Descrição do negócio: Importação e comercialização de equipamentos médicos (cirurgia cerebral, cirurgia geral, obstetrícia)

 

*Este artigo foi reimpresso de “ Brasil Nippou ” (2 de setembro de 2023).

 

© 2024 Tomoko Oura

Brasil negócios de importação empresas japonesas São Paulo (São Paulo)
Sobre esta série

Uma empresa japonesa no Brasil continuou seus negócios mesmo no ambiente difícil da pandemia. À medida que a pandemia do coronavírus começa a diminuir e novos padrões de valor voltados para a sustentabilidade são exigidos, esta série apresenta o estado atual das empresas japonesas ativas no Brasil. Projeto patrocinado pela Câmara de Comércio e Indústria Brasil-Japão. Reimpresso do Brasil Nippou.

Mais informações
About the Author

Nascido na província de Hyogo em 1979, cresceu em Kobe até terminar o ensino médio. Depois de se formar na universidade, ele mora em São Paulo, Brasil, desde 2001. Como freelancer, estou envolvido em trabalhos de reportagem, redação e edição, principalmente para a mídia local japonesa.

(Atualizado em setembro de 2023)

Explore more stories! Learn more about Nikkei around the world by searching our vast archive. Explore the Journal
Estamos procurando histórias como a sua! Envie o seu artigo, ensaio, narrativa, ou poema para que sejam adicionados ao nosso arquivo contendo histórias nikkeis de todo o mundo. Mais informações
Discover Nikkei brandmark Novo Design do Site Venha dar uma olhada nas novas e empolgantes mudanças no Descubra Nikkei. Veja o que há de novo e o que estará disponível em breve! Mais informações

Discover Nikkei Updates

CRÔNICAS NIKKEIS #13
Nomes Nikkeis 2: Grace, Graça, Graciela, Megumi?
O que há, pois, em um nome? Compartilhe a história do seu nome com nossa comunidade. Inscrições já abertas!
NOVIDADES SOBRE O PROJETO
NOVO DESIGN DO SITE
Venha dar uma olhada nas novas e empolgantes mudanças no Descubra Nikkei. Veja o que há de novo e o que estará disponível em breve!