Discover Nikkei Logo

https://www.discovernikkei.org/pt/interviews/clips/314/

Aculturação (Inglês)

(Inglês) O fato de eu ter me mudado para cá, de ter feições japonesas e de não falar o idioma foi algo realmente estranho. Eu acho que estaria tudo bem se ninguém dissesse nada, mas o fato foi que as pessoas ficavam meio incomodadas ou olhavam para mim de uma maneira esquisita. Eles ficavam falando e falando e falando, e eu pensando comigo: “Eu não estou entendendo nada”. Finalmente, nós aprendemos [o significado da expressão] “Wakarimasen” – eles ficavam olhando para mim como que dizendo: “Você é burra? Você é retardada? Você é devagar? O que é que tem de errado com você?” Teve gente que se esforçou para me contar o que eles estavam fazendo e ou para me explicar o que estava se passando para que eu pudesse me sentir incluída. Isso me fazia sentir mal. Por isso eu fazia um esforço para entendê-los, e olhava para eles como se estivesse entendendo mais ou menos. Quando eles riam, eu ria. Mas na verdade, eu não entendia nada mesmo. Morar no Japão e cursar uma escola americana é como morar nos Estados Unidos, a não ser que você tenha amigos japoneses. Ou seja, o meu japonês só começou a melhorar depois que eu me formei na ASIJ, fui para Sofia e me inscrevi ... e comecei a cursar essa escola de beleza. Porque isso me forçou a fazer amizades com japoneses que realmente queriam falar comigo mas não podiam – ao passo que eu realmente queria falar com eles mas não podia. Então a gente fazia desenhos e tinha um senhor na nossa aula que falava um pouquinho de inglês e ele servia como o nosso tradutor. Minhas amizades se desenvolveram ali, e o meu japonês acabou melhorando um pouco. Eu não posso dizer que eu entendia tudo. Eu costumava chegar em casa com dor de cabeça depois da escola – especialmente depois que eu me formei no curso secundário – porque eu conseguia entender menos da metade do que era falado. E eu gosto de falar. Isso deve ser uma grande surpresa para você, não? Mas sabe, eu gosto de falar com as pessoas e eu gosto de ficar com as pessoas. Por isso, o fato de eu não poder falar com elas ou entender o que elas estavam dizendo, ou de não poder me expressar da maneira que eu queria, era muito frustrante.


Finding Home (filme) identidade línguas

Data: 3 de setembro de 2003

Localização Geográfica: Tóquio, Japão

Entrevistado: Art Nomura

País: Art Nomura, Finding Home.

Entrevistados

Jane Aiko Yamano, 38 anos, é Nisei-yonsei e nasceu em Los Angeles. Mudou-se para o Japão aos 12 anos com seu pai (issei) e sua mãe (sansei). Naquela época, quando sua família se mudou para o Japão, Jane falava japonês muito pouco, mesmo frequentando aulas de japonês aos sábados em Los Angeles. Estudou numa escola americana em Tóquio, onde o inglês era usado constantemente. Formou-se pela Universidade de Sophia e depois foi para o ramo de negócios.

Hoje, ela fala japonês fluentemente mas lê e escreve japonês muito pouco. Ela reconhece as restrições das mulheres japonesas, mas sua posição como diretora do curso de estética permite que ela tenha mais autoridade do que o normal para uma mulher japonesa. Jane é cidadã japonesa, foi registrada pelo seu pai, é também cidadã americana, possui passaportes dos dois países. Mora no Japão há mais de 25 anos. (3 de setembro de 2003)

Robert (Bob) Kiyoshi Okasaki
en
ja
es
pt
Robert (Bob) Kiyoshi Okasaki

Influência da avó na de decisão de ir ao Japão (Inglês)

(n. 1942) Ceramista nippo-americano; mais de 30 anos morando no Japão.

en
ja
es
pt
Masakatsu Jaime Ashimine Oshiro
en
ja
es
pt
Masakatsu Jaime Ashimine Oshiro

A Possible Path towards Happiness… (Spanish)

(1958-2014) Ex-Embaixador Boliviano no Japão

en
ja
es
pt
Masako Iino
en
ja
es
pt
Masako Iino

O que é nikkei? (Japonês)

Presidente do Tsuda College e pesquisadora da história Nikkei

en
ja
es
pt
Masako Iino
en
ja
es
pt
Masako Iino

Aprendendo com os nikkei (Japonês)

Presidente do Tsuda College e pesquisadora da história Nikkei

en
ja
es
pt
James Hirabayashi
en
ja
es
pt
James Hirabayashi

Apelido (Inglês)

(1926 - 2012) Estudioso e professor de antropologia, liderou a fundação de estudos étnicos como disciplina acadêmica

en
ja
es
pt
James Hirabayashi
en
ja
es
pt
James Hirabayashi

Pouca interação com os pais (Inglês)

(1926 - 2012) Estudioso e professor de antropologia, liderou a fundação de estudos étnicos como disciplina acadêmica

en
ja
es
pt
James Hirabayashi
en
ja
es
pt
James Hirabayashi

O contexto afeta o significado (Inglês)

(1926 - 2012) Estudioso e professor de antropologia, liderou a fundação de estudos étnicos como disciplina acadêmica

en
ja
es
pt
James Hirabayashi
en
ja
es
pt
James Hirabayashi

Testando suposições de pesquisadores japoneses (Inglês)

(1926 - 2012) Estudioso e professor de antropologia, liderou a fundação de estudos étnicos como disciplina acadêmica

en
ja
es
pt
Steve Kaji
en
ja
es
pt
Steve Kaji

FOB's (Inglês)

Havaiano descendente de japoneses, mora no Japão. Professor de inglês na YMCA.

en
ja
es
pt
Venancio Shinki
en
ja
es
pt
Venancio Shinki

Preconceito no colégio japonês (Espanhol)

(n. 1932-2016) Pintor Peruano

en
ja
es
pt
Mike Shinoda
en
ja
es
pt
Mike Shinoda

Sentindo uma ligação com o Japão (Inglês)

(n. 1977) Músico, produtor e artista

en
ja
es
pt
PJ Hirabayashi
en
ja
es
pt
PJ Hirabayashi

Sentindo-se fortalecido pelo Taiko (Inglês)

Co-fundadora e diretora de criação do San Jose Taiko

en
ja
es
pt
PJ Hirabayashi
en
ja
es
pt
PJ Hirabayashi

Senso de linhagem entre Sansei e Issei através do Taiko (Inglês)

Co-fundadora e diretora de criação do San Jose Taiko

en
ja
es
pt
Ann K. Nakamura
en
ja
es
pt
Ann K. Nakamura

Imagem dos americanos (Inglês)

Havaiana sansei morando no Japão. Professora e empresária.

en
ja
es
pt
Robert (Bob) Kiyoshi Okasaki
en
ja
es
pt
Robert (Bob) Kiyoshi Okasaki

Influência japonesa ao crescer (Inglês)

(n. 1942) Ceramista nippo-americano; mais de 30 anos morando no Japão.

en
ja
es
pt

Discover Nikkei Updates

CRÔNICAS NIKKEIS #13
Nomes Nikkeis 2: Grace, Graça, Graciela, Megumi?
O que há, pois, em um nome? Compartilhe a história do seu nome com nossa comunidade. Inscrições já abertas!
NOVIDADES SOBRE O PROJETO
NOVO DESIGN DO SITE
Venha dar uma olhada nas novas e empolgantes mudanças no Descubra Nikkei. Veja o que há de novo e o que estará disponível em breve!