Discover Nikkei Logo

https://www.discovernikkei.org/pt/interviews/clips/1094/

Enlisting in the U.S. Army (Japanese)

(Japanese) Yes, I was pleased [to be enlisted in the U.S. Army]. I was allowed into the U.S. Army, finished my basic training, and was coincidentally stationed back in Japan. So, part of it was because after joining the army and going to Japan, I was able to see my relatives and friends in Japan—I thought, “What can possibly be better than this?” (laughs). …Compared to the Japanese military, American military was fun. For things you might get disciplined for in the Japanese military, you could get away with in the American military. I got in trouble, 2, 3 times, but so did everyone else. I’ll explain some of it later. Anyway, as a youngster in Japan… there were a few arrogant men who spoke callously to me before [while in the Japanese military], but now there they were in front of me, bowing their heads down, as I stood before them in my American uniform. I’d never felt so good before (laughs). That’s one of the things I remember.


Guerra da Coreia, 1950-1953 Exército dos Estados Unidos

Data: June 17, 2008

Localização Geográfica: California, US

Entrevistado: Yoko Nishimura

País: Watase Media Arts Center, Japanese American National Museum

Entrevistados

Henry Eiichi Suto nasceu em 5 de fevereiro de 1928 em Minot, na Dakota do Norte. Seus pais eram isseis. Após a morte de seu pai e irmã mais jovem, sua mãe retornou para o Japão com Henry e seu irmão. Henry estava com 7 anos de idade; como falava pouco japonês, ele teve que dar duro para aprender o idioma e se enturmar com os colegas na escola. Quando um professor sugeriu que ele se alistasse no exército japonês aos 17 anos, Henry aceitou pois sabia que não tinha meios financeiros para ir à universidade. Depois do treinamento básico militar, ele foi um dentre 34 recrutas selecionados para serem treinados num esquadrão especial, o qual ele mais tarde veio a descobrir era um esquadrão “suicida” cujo objetivo era controlar barco-torpedos com um homem a bordo. Ele fazia parte deste esquadrão quando Hiroshima foi bombardeada e, 36 horas após o bombardeio, foi um dos primeiros soldados a chegar à cidade com assistência.

Quando a guerra acabou, ele retornou aos Estados Unidos e morou com um tio após a morte de sua mãe. Ele se inscreveu na escola ginasial Belmont, mas três meses depois foi convocado para o exército americano para lutar na Guerra da Coréia. Ele então foi treinado para servir como intérprete, aprendendo coreano no Campo Palmer. Originalmente, ele deveria ter sido enviado para as linhas de combate na Coréia para conduzir interrogações, mas durante uma parada no Japão decidiram que ele deveria servir como intérprete lá mesmo.

Ele retornou aos E.U.A. depois de ser liberado do exército, e entrou para o Los Angeles City College [faculdade municipal], se formando em comércio exterior. Ele conseguiu emprego na Companhia Otagiri, onde continuou a trabalhar até se aposentar em 1993.

Ele faleceu em 17 de outubro de 2008, aos 80 anos. (30 de janeiro de 2009)

Yuri Kochiyama
en
ja
es
pt
Yuri Kochiyama

Pai como prisioneiro de guerra no hospital (Inglês)

(1922–2014) Ativista política e de direitos civis.

en
ja
es
pt
Art Shibayama
en
ja
es
pt
Art Shibayama

A deportação do Peru para os E.U.A após o bombardeio de Pearl Harbor (Inglês)

(1930-2018) Nissei, nascido no Peru. Levado para os Estados Unidos durante a Segunda Guerra Mundial

en
ja
es
pt
Roger Shimomura
en
ja
es
pt
Roger Shimomura

Lidando com racismo na unidade do exército na Korea (Inglês)

(n. 1939) Pintor, artista gráfico e professor nipo-americano

en
ja
es
pt
Bill Hashizume
en
ja
es
pt
Bill Hashizume

Perdendo o emprego por ser canadense (Inglês)

(n. 1922) Nissei Canadense que não pôde voltar ao Canada até 1952

en
ja
es
pt
Francis Y. Sogi
en
ja
es
pt
Francis Y. Sogi

Voluntariando-se para servir à guarda militar dos EUA no Japão (Inglês)

(1923-2011) Advogado, veterano do Serviço de Inteligência Militar, fundador da Fundação Francis e Sarah Sogi

en
ja
es
pt
Francis Y. Sogi
en
ja
es
pt
Francis Y. Sogi

Consciência dos campos de concentração sendo um americano japonês (Inglês)

(1923-2011) Advogado, veterano do Serviço de Inteligência Militar, fundador da Fundação Francis e Sarah Sogi

en
ja
es
pt
Francis Y. Sogi
en
ja
es
pt
Francis Y. Sogi

Ficando no Japão durante a ocupação norte-americana (Inglês)

(1923-2011) Advogado, veterano do Serviço de Inteligência Militar, fundador da Fundação Francis e Sarah Sogi

en
ja
es
pt
Clifford Uyeda
en
ja
es
pt
Clifford Uyeda

As tentativas de se inscrever para o serviço militar (Inglês)

(1917 - 2004) Ativista político

en
ja
es
pt
Young O. Kim
en
ja
es
pt
Young O. Kim

Treinamento Básico (Inglês)

(1919 - 2006) Veterano da Segunda Guerra Mundial e da Guerra da Coréia

en
ja
es
pt
Young O. Kim
en
ja
es
pt
Young O. Kim

Aparência versus Eficácia de Combate (Inglês)

(1919 - 2006) Veterano da Segunda Guerra Mundial e da Guerra da Coréia

en
ja
es
pt
Young O. Kim
en
ja
es
pt
Young O. Kim

Eles tinham que ter sucesso (Inglês)

(1919 - 2006) Veterano da Segunda Guerra Mundial e da Guerra da Coréia

en
ja
es
pt
Young O. Kim
en
ja
es
pt
Young O. Kim

Faça isso por todos os asiáticos (Inglês)

(1919 - 2006) Veterano da Segunda Guerra Mundial e da Guerra da Coréia

en
ja
es
pt
Young O. Kim
en
ja
es
pt
Young O. Kim

Pessoas com talento no 100º Batalhão de Infantaria (Inglês)

(1919 - 2006) Veterano da Segunda Guerra Mundial e da Guerra da Coréia

en
ja
es
pt
Young O. Kim
en
ja
es
pt
Young O. Kim

"Acordo de silêncio" (Inglês)

(1919 - 2006) Veterano da Segunda Guerra Mundial e da Guerra da Coréia

en
ja
es
pt
Young O. Kim
en
ja
es
pt
Young O. Kim

Imagens horríveis da guerra (Inglês)

(1919 - 2006) Veterano da Segunda Guerra Mundial e da Guerra da Coréia

en
ja
es
pt

Discover Nikkei Updates

CRÔNICAS NIKKEIS #13
Nomes Nikkeis 2: Grace, Graça, Graciela, Megumi?
O que há, pois, em um nome? Compartilhe a história do seu nome com nossa comunidade. Inscrições já abertas!
NOVIDADES SOBRE O PROJETO
NOVO DESIGN DO SITE
Venha dar uma olhada nas novas e empolgantes mudanças no Descubra Nikkei. Veja o que há de novo e o que estará disponível em breve!