Discover Nikkei Logo

https://www.discovernikkei.org/pt/interviews/clips/1018/

Plenamente consciente da discriminação nos EUA (Inglês)

(Inglês) Sabe, a única coisa que um monte de pessoas não entende é que em nossas sessões de discussões, especialmente entre os oficiais, a seriedade com que lidávamos com nossa tarefa de ser uma unidade de combate. Percebemos que seríamos a primeira unidade de combate asiático de todos os tempos. E que todos nós estávamos totalmente cientes de - mas não vou repetir aqui - mas nós conversávamos sem parar sobre as desigualdades de vida nos EUA. Por exemplo, aqui em Los Angeles, eu não me importava quanto à escolaridade que você tivesse, eu não me importava o quão bem preparado você estivesse, você era, naqueles dias, você não poderia mesmo conseguir um emprego como caixa de banco. Isso é o mais baixo, talvez você pudesse conseguir um emprego como... Uma garota poderia conseguir um emprego como telefonista, onde ela fica escondida no quarto dos fundos, mas não na frente. Você não poderia ser... Nenhuma grande corporação iria contratá-lo para qualquer coisa que exigisse estar em contato com o público.

E assim, naquela época, não tínhamos os grandes supermercados, mas então você acabava trabalhando em uma banca de alimentos ou acabava trabalhando em um açougue na parte de trás para o povo chinês, ou acabava fazendo outra coisa do que exigido... Que permitia usar roupas decentes e uma gravata. Percebe? Não havia nada lá para uma pessoa comum. No Havaí, bem, você poderia conseguir um emprego como caixa de banco, mas então você teria que trabalhar mais do que o Europeu, receber menos – receber um salário diferente. Quero dizer que não havia coisa escondida nisso. Havia uma balança de duas medidas.


100º Batalhão de Infantaria 442ª Equipe de Combate Regimental discriminação relações interpessoais racismo Exército dos Estados Unidos

Data: 28 de agosto de 1995

Localização Geográfica: Califórnia, Estados Unidos

País:

Entrevistados

O Coronel Young Oak Kim (aposentado do exército americano) era um condecorado veterano combatente, tendo tomado parte do 100º Batalhão da Infantaria/442º Time de Combate Regimental durante a Segunda Guerra Mundial, além de ter sido um líder comunitário respeitado. Ele nasceu em 1919 em Los Angeles, numa família de imigrantes coreanos.

Após o início da guerra, ele foi designado como um jovem oficial no 100º Batalhão, o qual era composto apenas de niseis. Mais tarde, ele teve a oportunidade de ser transferido porque se acreditava que coreanos e japoneses não se davam bem. Ele rejeitou a oferta, afirmando que todos eram americanos. Um líder natural dotado de aguçados instintos no campo de batalha, os feitos do Coronel Kim são quase que lendários.

O Coronel Kim continuou a servir o país na Guerra da Coréia, durante a qual ele se tornou o primeiro membro de uma minoria étnica a comandar um batalhão de combate do exército americano. Ele se aposentou do exército em 1972. O Coronel Kim recebeu 19 medalhas, incluindo a Cruz por Distinção no Serviço, a Estrela de Prata, duas Estrelas de Bronze, três Corações Roxos [“Purple Hearts,” medalhas concedidas aos mortos ou feridos nos campos de batalha], e a Cruz de Guerra francesa.

Mais tarde, o Coronel Kim serviu a comunidade asiática-americana ao ajudar a fundar a Fundação Educacional Go For Broke; o Museu Nacional Japonês Americano; o Centro de Pesquisa Coreano de Saúde, Educação e Informações; e a Coalição Coreana Americana, entre outros. Ele morreu de câncer em 29 de dezembro de 2005, aos 86 anos de idade. [A expressão “Go for Broke” -- “dar tudo de si não importa o resultado final” -- se refere ao regimento composto por nipo-americanos durante a Segunda Guerra Mundial] (8 de agosto de 2008)

James Hirabayashi
en
ja
es
pt
James Hirabayashi

Não trazendo vergonha para a família (Inglês)

(1926 - 2012) Estudioso e professor de antropologia, liderou a fundação de estudos étnicos como disciplina acadêmica

en
ja
es
pt
James Hirabayashi
en
ja
es
pt
James Hirabayashi

Laços do passado à situação atual no Oriente Médio (Inglês)

(1926 - 2012) Estudioso e professor de antropologia, liderou a fundação de estudos étnicos como disciplina acadêmica

en
ja
es
pt
Robert Katayama
en
ja
es
pt
Robert Katayama

Sendo obrigado a manter um diário que mais tarde foi confiscado, aparentemente pelo FBI (Inglês)

Havaiano nissei que serviu na II Guerra Mundial com o 442º Time de Combate Regimental

en
ja
es
pt
Barbara Kawakami
en
ja
es
pt
Barbara Kawakami

Ajudando soldados (Inglês)

Pesquisadora e estudiosa do vestuário dos imigrantes japoneses.

en
ja
es
pt
Barbara Kawakami
en
ja
es
pt
Barbara Kawakami

Discriminação contra os okinawas (Inglês)

Pesquisadora e estudiosa do vestuário dos imigrantes japoneses.

en
ja
es
pt
Yuri Kochiyama
en
ja
es
pt
Yuri Kochiyama

Não tinham direitos que os brancos tinham (Inglês)

(1922–2014) Ativista política e de direitos civis.

en
ja
es
pt
Yuri Kochiyama
en
ja
es
pt
Yuri Kochiyama

Californianos não tinham conhecimento sobre a desocupação (Inglês)

(1922–2014) Ativista política e de direitos civis.

en
ja
es
pt
Yuri Kochiyama
en
ja
es
pt
Yuri Kochiyama

O dia em Pearl Harbor foi bombardeada (Inglês)

(1922–2014) Ativista política e de direitos civis.

en
ja
es
pt
Yuri Kochiyama
en
ja
es
pt
Yuri Kochiyama

Pai como prisioneiro de guerra no hospital (Inglês)

(1922–2014) Ativista política e de direitos civis.

en
ja
es
pt
Yuri Kochiyama
en
ja
es
pt
Yuri Kochiyama

Patriotismo versus lealdade (Inglês)

(1922–2014) Ativista política e de direitos civis.

en
ja
es
pt
Yuri Kochiyama
en
ja
es
pt
Yuri Kochiyama

Idealismo antes da guerra, ser vermelho, branco e azul (Inglês)

(1922–2014) Ativista política e de direitos civis.

en
ja
es
pt
Yuri Kochiyama
en
ja
es
pt
Yuri Kochiyama

O lado positivo do campo de concentração (Inglês)

(1922–2014) Ativista política e de direitos civis.

en
ja
es
pt
Yuri Kochiyama
en
ja
es
pt
Yuri Kochiyama

Mr. Finch, padrinho do 442°(Inglês)

(1922–2014) Ativista política e de direitos civis.

en
ja
es
pt
Yuri Kochiyama
en
ja
es
pt
Yuri Kochiyama

Reunindo Isseis e Nikkeis (Inglês)

(1922–2014) Ativista política e de direitos civis.

en
ja
es
pt
Wakako Nakamura Yamauchi
en
ja
es
pt
Wakako Nakamura Yamauchi

Sua experiência como estudante nippo-americana no Oceanside, California, depois do bombardeio a Pearl Harbor (Inglês)

(1924-2018) Artista e escritora teatral

en
ja
es
pt

Discover Nikkei Updates

CRÔNICAS NIKKEIS #13
Nomes Nikkeis 2: Grace, Graça, Graciela, Megumi?
O que há, pois, em um nome? Compartilhe a história do seu nome com nossa comunidade. Inscrições já abertas!
NOVIDADES SOBRE O PROJETO
NOVO DESIGN DO SITE
Venha dar uma olhada nas novas e empolgantes mudanças no Descubra Nikkei. Veja o que há de novo e o que estará disponível em breve!